Categoria: Notícias

‘Pomar público’ plantado no Caminho de Santiago em Macieira de Rates, Barcelos

‘Pomar público’ plantado no Caminho de Santiago em Macieira de Rates, Barcelos

O projeto “Viver em Rede no Século XXI”, um dos vencedores do Orçamento Participativo de Barcelos, já começou a ser implementado. Foram plantadas 30 árvores de fruto, criando “uma espécie de pomar público”, na extensão do Caminho de Santiago Central em Macieira de Rates.

“Num mundo em que tanto se fala de solidariedade, partilha, simples gestos significam sermos solidários, sermos hospitaleiros e vivermos de uma forma mais orgânica em Rede no Século XXI”, Cláudia Alexandra, mentora do projeto e membro da Viver Macieira Associação Ambiental, que fará a manutenção e acompanhamento das árvores de fruto.

“Pode ser o inicio de um projeto comunitário replicando o mesmo por outros locais criando assim uma espécie de pomares públicos, onde uma comunidade se pode envolver em cuidar, preservar e colher para consumo doméstico”, acrescenta.

Notícia original publicada em: https://ominho.pt/pomar-publico-plantado-no-caminho-de-santiago-em-macieira-de-rates-barcelos

Fotos: Cláudia Alexandra

Conferência de Imprensa

Conferência de Imprensa

A 15 de outubro, pelas 11:00 horas, realiza-se no Café-Concerto do Theatro Gil Vicente uma conferência de imprensa para a apresentação do Orçamento Participativo de 2019 com a presença de Armandina Saleiro, Vice-presidente da Câmara Municipal.

Primeira Assembleia Participativa

Primeira Assembleia Participativa

A primeira Assembleia Participativa do Orçamento Participativo de Barcelos irá realizar-se em 24 de outubro de 2019, pelas 21.00 horas, no Salão Nobre dos Paços do Concelho. Nessa assembleia, depois de ser apresentado o projeto do Orçamento Participativo, os cidadãos que assim o desejarem poderão apresentar propostas passíveis de serem selecionadas e votadas.

EXPOBARCELOS

EXPOBARCELOS

No stand da Expo Barcelos será disponibilizada informação relevante sobre o Orçamento Participativo, desde as linhas gerais do seu funcionamento até aos contatos úteis para esclarecimento de dúvidas. Esta primeira edição do Orçamento Participativo conta com um valor global de meio milhão de euros.